Epic Games: Conheça sua história, curiosidades e todos seus sucessos!

Written by | Jogos

Fala, clã! Vocês provavelmente jogam ou conhecem alguém que joga Fortnite. Tá ligado também que o jogo estourou do nada e te fez viciar.
Mas você conhece a história da empresa por trás do game? Acha que ela conseguiu, do nada, emplacar um joguinho? Bom, não. A Epic Games vem de muito tempo, com muito título forte nas costas.

Nesse artigo a gente vai conhecer um pouco melhor a empresa, os sucessos que ela já criou e o que ela já conquistou com Fortnite.

Epic Games e seus sucessos

epic games

Como toda boa história do ramo da computação nos anos 90, a Potomac Computer Systems surgiu em 1991, na casa dos pais de Tim Sweeney. Na época ele era só um adolescente.
No mesmo ano em que a empresa foi criada, Sweeney lançou ZZT, que é um jogo de aventura em que você dá tiros em animais de um zoológico (as iniciais do jogo são para Zoológico da Tolerância Zero).

No início de 1992, ele teve a brilhante ideia de mudar o nome da empresa para Epic MegaGames. O motivo por trás da mudança era pra fazer a empresa parecer grande, mesmo sem funcionários ou escritório – um motivo bem justo, se você me perguntar.

A empresa continuou fazendo jogos em 2D, tipo Jill of The Jungle e Jazz Jackrabbit, além de pegar títulos conhecidos e acrescentar seu nome (tipo Epic Pinball). Em 1994, a Epic já contava com 8 funcionários.

Em 1998, Sweeney e companhia emplacaram Unreal , o famoso jogo de tiro em primeira pessoa que fez parte da vida de muitos adolescentes na época – e também foi o responsável por criar a Unreal Engine, sobre a qual muitos jogos são produzidos atualmente.

Em 1999, a empresa passou a se chamar Epic Games e se mudou para a Califórnia, primeira vez em que os funcionários tiveram um escritório central.

Após fazer novos títulos do Unreal e expandir para jogos de console, mais um título da Unreal explode: Gears of War. E tudo mundo se esbaldou de matar lagostão.

Como todo mundo já sabe, Gears of War virou febre, recebeu cinco jogos, quadrinho e histórias. Com todo esse gás, a Epic Games entrou no ramo mobile em 2010, com a série Infinity Blade, um jogo de aventura muito bacana com traços de RPG.

Além disso, ela comprou a Chair Entertainment, com quem ela lançou o Infinity Blade.

A Epic Games continua desenvolvendo a Unreal Engine, mas ela é mais conhecida por outro game: Fortnite.

Ouça também nosso GamerCast #00 – Piloto – Fortnite e Battle Royale na SoundCloud!

A febre do Fortnite

epic games fortnite

Apesar do jogo ter sido lançado no meio de 2017, surfando no hype do battle royale revivido pelo PUBG, ele só explodiu de verdade em 2018. Mas vamos com calma.

O Fortnite saiu com o modo Save the World, que é o seu modo PvE, e o modo Battle Royale. Apesar do modo Save the World ter captado um milhão de players com uma velocidade absurda, o modo Battle Royale ficou infinitamente mais famoso.

Com duas semanas após o lançamento, o modo Battle Royale de Fortnite já contava com dez milhões de jogadores, fazendo com que a Epic dividisse as equipes responsáveis pelos jogos em duas, a fim de dar um suporte melhor para seus jogadores.

Já em 2017, Fortnite concorreu ao prêmio de melhor multiplayer no The Game Awards 2017. Embora não tenha recebido o prêmio, bom, o modo saiu em agosto do mesmo ano. Só de ser nomeado já é um feito e tanto!

Em 2018, Fortnite já foi indicado para 9 prêmios, dois dos quais ainda não ocorreram. Então, dos sete que já foram concluídos, Fortnite venceu: Webby Awards, como Melhor jogo multiplayer escolhido pelo público; Game Critics Awards, como Melhor jogo da atualidade; e o Teen Choice Awards, como Melhor jogo escolhido pelo público.

Note-se que dos três prêmios, dois são escolhas do público. Por aí é possível ter uma noção da popularidade do Fortnite. Em junho deste ano, após o lançamento para Nintendo Switch, o título da Epic Games já contava com 125 milhões de jogadores no mundo todo.

Mas isso não veio do nada. Além de viciante, a política publicitária do Fortnite foi genial, dando valor a streamers habilidosos logo no início do jogo, como o famoso Ninja, que por sua vez fez com que o jogo passasse pelas mãos de pessoas como Drake, Travis Scott e Kim DotCom (dono do finado Megaupload, agora Mega).

Mas não para por aí. A Epic Games quer criar um cenário mais competitivo para o Fortnite, com planos de criar um campeonato mundial, a ser realizado em 2019.

MAS AGORA VAMOS FALAR DOS DÓLARES. Bom, a Epic Games ainda não publicou os ganhos anuais do Fortnite, porque o jogo completou um ano recentemente. Contudo, com base em uma reportagem da Forbes, o youtuber Nicolai conseguiu fazer uns cálculos e bolar umas estimativas.

Galera, até julho de 2018, Fortnite tinha superado a marca de US$1 bilhão. Cara, em menos de um ano. A Epic tá nadando tanto em dinheiro, que criou um fundo de US$100 milhões para as premiações dos seus torneios.

É isso. Tim Sweeney, depois de começar a sua empresa na casa dos seus pais, agora conta com franquias gigantescas e uma empresa muito bem sucedida.

Com esse artigo, deu pra ver que o Fortnite não é fruto de uma empresa sortuda, mas de um cara que começou tudo há quase 30 anos na casa dos pais e sabe o que tá fazendo.

Para encerrar, fica aí com esse tweet dele:epic games

“Quando eu vendi meu primeiro software por 19 dólares, eu já tinha 8 anos programando como hobby.”

E ai gostou do texto? Então compartilhe nas suas redes sociais com seus amigos!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Last modified: outubro 30, 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *